Notícias

  • Home >>
  • notícias
sexta-feira 28 de maio de 2021

Interclubes: Imperial vence rodada no Arujá e assume a liderança. G8 tem novidades

Jonathas Cortez, do Campinas GC, e Lyn Ahn, do Guarapiranga, foram os melhores em campo

 

Internas fpg intr 3 rodO Imperial Golf Club, que busca o tricampeonato, venceu, com 137 tacadas, a terceira rodada do 19º Interclubes por Handicap Índex Masculino do Estado de São Paulo, disputada desta quinta-feira, 27 de maio, no Arujá Golf Clube, em Arujá, e assumiu a liderança da fase de classificação da maior competição de golfe do Brasil em duração e número de participantes. O clube de Bragança Paulista pontuou com Vanderlei dos Santos, que somou 68 tacadas, quatro abaixo, e com John Koitiro Hatori, que marcou 69. Eles foram, respectivamente, o terceiro e quarto colocados na classificação individual da etapa.

No alto (da esq. para a dir.), Vanderlei, John, Etori e Renan, equipe do Imperial campeã da rodada no Arujá (montagem). No centro, Jonathas Cortez, campeão individual da rodada, e, abaixo, Lyn Ahn, o vice. No final, a tabela de classificação. Fotos: Thais Pastor/F2 Assessoria

Aguarde álbum de fotos completo com dezenas de imagens inéditas

As taças de primeiro e segundo lugar individual foram, respectivamente, para Jonathas Cortez, do Campinas Golf Center, campeão com 67 tacadas, cinco abaixo, e Lyn Ahn, do Guarapiranga, vice com 68. Lyn empatou com Vanderlei, mas venceu nos critérios de desempate, por ter jogado melhor na segunda metade do campo (33 x 34). O G8, grupo dos times que se classificarão para a fase decisiva do Interclubes, tem duas novidades. Entraram Guarapiranga, em sexto, e Campinas GC, em oitavo, desbancando o Sapezal, que caiu de sexto para o nono lugar, e o PL Golf Club,  que foi de oitavo para décimo.

Destaques – O Clube de Golfe de Campinas foi o terceiro colocado da rodada ao somar 143 tacadas, com Luiz Fernando da Silva (70) e Denis Cho (73) e se manteve em segundo na classificação do Interclubes. Já o São Fernando, que chegou como líder, caiu para o terceiro lugar depois de ter sido apenas nono colocado da rodada, com as 148 tacadas de Alexandre dos Santos (71) e Sung Mo Hyung (77).

O Clube de Campo manteve-se em quarto na classificação geral ao terminar em 7º na rodada, com as 147 tacadas de Eduardo Pacheco Chaves (73) e Cássio Filizola (74). Já o Terras de São José subiu duas posições, para o quinto lugar da classificação geral, ao ser o quarto colocado da rodada, com as 145 tacadas de Adson Souza (70) e Alexandre Bulgarelli Sirega (75).

G8 – O Guarapiranga entrou para o G8, já na sexta colocação, ao ser o vice-campeão da rodada com 138 tacadas. Lyn Ahn, com 68, foi o melhor jogador do time, que teve ainda Yang Ching Chig e Osmar Vieira jogando 70. Também em sexto está o São Paulo GC, que ficou em 11º na rodada e não pontuou. Apesar de comparecer apenas com dois jogadores, o Campinas Golf Center conseguiu entrar para o G8, em oitavo lugar, ao ser o quinto colocado da rodada, com as 146 tacadas do campeão individual Jonathas Cortez (67) e Alexandre Bafero (79).

Outros três times pontuaram na rodada, mas ainda estão fora do G8, a começar pelo Arujá, que foi sexto colocado, jogando em casa, com as 147 tacadas de Eduardo Nagao (72) e Ramiro Yabumoto (75). A Associação Esportiva São José marcou seus primeiros pontos ao terminar em oitavo, com as 147 tacadas de Homero Scarinzi (73) e Gilberto Cardoso (74). O último a pontuar foi o Riacho Grande, que ficou em 10º na rodada com as 149 tacadas de William Souza Muniz (74) e Jose da Silva Almeida (75).

Decisão – Restando cinco rodadas da fase de classificação, nada está definido ainda no Interclubes. Sete times, que hoje estão do sexto ao 12º lugar, estão na bolha de classificação para o G8, separados por apenas nove pontos. Mesmo os três clubes que ainda não pontuaram têm chances de chegar à fase decisiva, que terá jogos de match play começando com as quartas de final, que serão jogadas em um único dia, no mesmo campo.

A partir das semifinais, os confrontos passam a ser de ida e volta, com o clube mais bem colocado na fase de classificação mandando o jogo de volta. A partir deste ano, os confrontos da fase decisiva terão apenas um jogo de duplas (e não dois, como antes) e quatro individuais, jogados sequencialmente, o que exigirá que cada clube coloque seis jogadores em campo.

Resultados completos

Como posso te ajudar?

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.