Notícias

  • Home >>
  • notícias
quinta-feira 23 de junho de 2022

Honda Open – Aberto do Ipê, reúne, em Ribeirão, seis golfistas com handicap índex positivo

Competição masculina, de 6ª a domingo, vale para o ranking mundial amador de golfe

 

Aberto IPGC Hcpx Positivo 1280

Acima, Pedro Marchioni, Lauren Grinberg e Thor Salen; abaixo, Marcos Negrini, Gui Grinberg e Matheus Park

O Honda Open – 21º Torneio Aberto do Ipê Golf Club de Ribeirão Preto, que vai ser jogado de sexta-feira a domingo, 24 a 26 de junho, tem como destaques seis golfistas com handicap índex (hcpx) positivo. A competição masculina scratch, em 54 buracos, valerá para o ranking mundial amador de golfe (WAGR) e rankings nacional e paulista, enquanto as demais, todas em 36 buracos, contam pontos para os rankings da Federação Paulista de Golfe (FPGolfe).

Horários de saída

No masculino, são cinco os jogadores com índex positivos – aqueles que dão tacadas para o campo, em vez de receber -, incluindo dois que jogam no circuito universitários dos EUA, mas estão de férias no Brasil: Gui Grinberg (hcpx + 2,8), do Lago Azul e da Florida Atlantic University, e Pedro Marchioni (+ 0.3), do São Paulo GC e Columbia College. Os demais são Marcos Negrini (+2,0), do Damha GC; Matheus Park     (+ 0,7), do Paradise; e Thor Salen (+ 0,5), do Itanhangá (RJ).

Mais favoritos - A lista de favoritos ao título inclui ainda outro “estrangeiro”, Thomas Choi (0,1), do São Paulo GC e do Indian Hills; além de Matheus de Paula (0,1) do Damha; Fernando Silva (0,4), do Campinas Golf Center; Armando Yoshiura (0,4), de Bauru; Rafael Lian (1,2), do Ipê; Alessandro Melle (1,3), do Campinas Golf Center; e Lucas Park (1,5), do Paradise.

Ao todo serão 12 jogadores com hcpx 1,5 ou melhor, sendo que estarão em campo todos os Top 5 e oito dos Top 12 do ranking paulista; cinco dos Top 12 do ranking nacional; e três dos seis brasileiros mais bem colocados no ranking mundial. Entre os jogadores da categoria scratch, que competem também pelo título da até 8,5 de hcpx, estão mais seis jogadores da casa: Eduardo de Paula, Pedro Pelicioni, Thiago Sandoval, Matheus Castelli, Tiago Llorente e Eduardo Cury Junior.

Feminino – Entre as mulheres, que jogam apenas no final de semana, a única jogadora com hcpx positivo e a favorita ao título é Lauren Grinberg (+0,6), do Lago Azul. Entre suas adversárias da categoria scratch e com até 16 de hcpx estão a juvenil Isadora Fernal, do Poços de Caldas; Maria Aparecida da Silveira, e Bauru, ambas top 6 do ranking paulista, Stela Basile, do São Fernando; e Mônica Fontes e Nivea Martins, ambas do Ipê.

A Comissão de Honra do torneio é formada por Osmar da Costa Sobrinho, presidente da Confederação Brasileira de Golfe; Ademir Mazon, presidente da FPGolfe; e Umberto Carvalho, presidente do Ipê GC. A Comissão do Campeonato tem Mauro Batista (Diretor Torneio), Ana Paula de Almeida, Ellen Lopes Alvares, Gustavo Teodoro e Renato Nogueira Filho. Os árbitros são Claudio Mesquita, Gustavo Teodoro e Mauro Batista.

Patrocinadores e Apoiadores do Golfe Solidário Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.