Notícias

  • Home >>
  • notícias
quinta-feira 15 de julho de 2021

Gui Grinberg amplia vantagem sobre Thomas Choi no Juvenil e Júnior de Inverno de SP

Marina Nonaka faz melhor volta para liderar no feminino, com Isadora Fernal três atrás

 

Guilherme Grinberg no tee 10 1280

Guilherme Grinberg perde três tacadas nos quatro buracos finais, mas amplia liderança. Foto: Ricardo Fonseca/F2 Assessoria

Gui Grinberg, do Lago Azul, voltou a fazer a melhor volta do dia e ampliou para duas tacadas sua vantagem sobre Thomas Choi, do São Paulo GC, após a disputa, nesta quinta-feira, 15 de julho, da segunda das três rodadas do 16º Campeonato Juvenil e Júnior de Inverno do Estado de São Paulo – 2021, que está sendo disputado no São Fernando Golf Club, em Cotia (SP), valendo para o ranking mundial amador de golfe (WAGR) e para os rankings nacional e estaduais. No feminino, Marina Nonaka do Arujá fez a melhor volta do torneio para virar o jogo, agora com Isadora Fernal, do Poços de Caldas, em segundo, três atrás.

Marina Nonaka emboca para par no 3 qdd

Marina Nonaka salva par no 10 a caminho de fazer a melhor volta do torneio e assumir a liderança. Foto: Thais Pastor/F2 Assessoria

Num dia de “veranico” em pleno inverno paulistano, seco e com as temperaturas beirando os 28º C no começo da tarde, os greens do São Fernando ficaram ainda mais difíceis, com a velocidade beirando os 12 pés no stimpmeter, coisa de PGA Tour. Ainda assim a configuração do campo estava mais fácil do que na estreia, permitindo resultados melhores para a maioria dos jogadores. Apesar disso, o torneio feminino dificilmente valerá para o WAGR pois a campeã teria que jogar no máximo de 24 acima do par na soma dos três dias, como exige o regulamento da entidade. Marina já soma 26 acima, em 36 buracos. Para elas o campo passou de impossível de jogar para muito difícil.

Liderança – Gui repetiu o resultado da estreia, mas jogou melhor do que no dia anterior. Ele vinha com duas abaixo até o buraco 15, onde, na tacada de aproximação, de ferro 7 na mão, viu sua bola quicar no green. Mas quando o grupo se aproximou, ninguém achou a bola nas proximidades, supondo-se que ela tenha rolado até a água ao fundo, distante do green. Gui dropou de lá, com penalidade, e não escapou de um duplo bogey. Um bogey-6 no 17 e um par magistralmente salvo no 18, onde tentou ir de drive para o green do par 4, mas viu sua bola parar na raia do 17, muito abaixo do green elevado e protegido por árvores, selaram seu resultado. Ele lidera com 144 (72-72) tacadas, duas acima do par.

Choi, que começou o dia perdendo por uma, fez três birdies, mas também cinco bogeys, para permanecer em segundo, agora com 146 (73-73) tacadas. Renato da Silva Filho, que vem de uma vitória, domingo passado, no Honda Open – Campeonato Bandeirantes, jogou o par de ida, com três birdies e três bogeys, mas devolveu seis tacadas para o campo num intervalo de cinco buracos, para ficar em terceiro, com 152 (75-77), mais perto de ter que defender o terceiro lugar do que de ter chances de lutar pelo título.

Destaques – Matheus Park, do Paradise, que bate drives descomunais, lidera o torneio em um eagle e sete birdies, cinco deles feitos nesta quinta-feira. Mas Matheus também fez dois quádruplos bogeys, para ficar empatado em quarto lugar, com 153 (75-78), 11 acima. Ele divide a posição com Rafael Benadiba (75-78), que joga em casa e fez uma rodada “birdie free”, com sete bogeys. A disputa pelo terceiro lugar tem ainda três jogadores empatados com 154: os paranaenses Arthur Locoman (78-76) e Victor Maciel dos Santos (74-80), e Guilherme Ziccardi, do Clube de Campo (77-77).

Na classificação exclusiva dos juniores (19 a 21 anos), Choi lidera com sete de vantagem sobre Matheus e oito à frente de Locoman e Victor. Na juvenil (16 a 18 anos), Gui tem oito de vantagem sobre Renato, com Benadiba outra tacada atrás. Na pré-juvenil (14 e 15 anos), Ziccardi lidera com uma de vantagem sobre Pedro Miyata, do São Fernando, que soma 155 (79-76). Na até 13 anos, Guilherme Yoshikawa, de Bastos, é o líder com 172 (86-86) e na até 11 anos, Arthur Fernandes, do Terras de São José, tem 191 (99-92). Essas duas categorias jogam de um tee mais à frente do que os demais.

Feminino – No feminino, Marina Nonaka, do Arujá, assumiu a ponta ao melhorar seis tacadas com relação à estreia, ainda assim com dois duplos bogeys em seu cartão, contra apenas um birdie. Ela soma 168 (87-81) tacadas, 26 acima, e tem três de vantagem sobre Isadora Fernal, de Poços, que totaliza 169 (85-84) e é a recordista de birdies entre as mulheres, com três nessa volta, que foi prejudicada por um triplo e dois duplos bogeys.

Maria Eugenia Peres, de Pelotas, que começou o dia em segundo, perdendo por uma, caiu para o terceiro lugar, com 170 (83-87), tendo feito apenas um birdie, no buraco 1 do primeiro dia. Já Martina Collares, de Porto Alegre, líder da véspera, teve um dia para esquecer e caiu para o quarto lugar, com 171 (82-89), em uma volta “birdie free”, com quatro duplos bogeys no cartão.

Idades – Ana Sung Marques, do Arujá, lidera entre as juniores, com 174 (91-83) tacadas, seguida por Karen Hoshino, mestre e número 1 da equipe japonesa de xadrez, que mora nos EUA, está de férias no Brasil e não jogava um torneio havia dois anos. Ela soma 193 (99-94). Entre as juvenis, Isadora lidera com duas de vantagem sobre Martina, e na até 13 anos, Maria Eugênia lidera com 19 tacadas à frente de Maria Eduarda Ferraz Souza, que soma 189 (95-94).

Resultados completos

 

 

 

 

Como posso te ajudar?

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.