Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
segunda-feira 08 de abril de 2019

Matheus Park vence de virada no Juvenil Internacional de Córdoba, do ranking mundial

Brasileiro superou 120 argentinos. Thomas Choi terminou em quarto lugar, no La Cumbre

 

Matehus e Giovana

Matheus e Giovana: campeões no La Cumbre, em Córdoba

Matheus Park, do Paradise, melhorou de resultado a cada dia para vencer de virara o 34º Campeonato Juvenil e Júnior – Torneio Internacional de Duplas de Córdoba, jogado de 5 a 7 de abril, sexta-feira a domingo, no La Cumbre Golf Club, na Argentina, valendo pontos para o ranking mundial amador de golfe (WAGR). Thomas Choi, do São Paulo, terminou em quarto. Isu Choi, do Terras de São José; e Fernanda Lacaz, do São Fernando, também integraram a delegação da Federação Paulista de Golfe (FPG) que representou o Brasil no torneio, chefiada por Mauro Batista, diretor Executivo da entidade, e Isabella Lacaz, diretora juvenil.

A vitória de Park é resultado do talento desse que é uma das mais promissoras revelações do golfe brasileiro, mas também de um grande investimento feito pela FPG nas categorias de base ao longo dos tempos. Só este ano, a FPG já mandou três delegações de juvenis e juniores competir no exterior: Lucas Park e Samire Oliveira jogaram de 2 a 4 de março, no Jockey Club de Córdoba, na Argentina, no 26º Torneio El Federal, e Thomas Choi e Fernanda Lacaz representaram o Brasil, de 8 a 10 de março, no 34º Aberto Internacional Juvenil, no Club de Campo Granadilla, em Viña del Mar, no Chile.

FPG em Cordoba 2019

Isu, Fernanda, Thomas e Matheus: equipe da FPG na Argentina

Virada histórica - Matheus começou a rodada final no La Cumbre em segundo lugar, com quatro abaixo do par, uma atrás do argentino Vicente Sequeira Angel, líder com cinco abaixo, mas seguido de perto por outros seis argentinos que vinham até quatro tocadas atrás, incentivados pela torcida local. Matheus virou o jogo com birdies nos buracos 2 e 3, e terminou a primeira metade do campo empatado em primeiro, depois que Vicente fez um eagle-3 no buraco 9, contra birdie do brasileiro. O argentino Manuel Lozada, que vinha de um título no El Federal e começara o dia em terceiro, com duas abaixo, fez um birdie e eagle no 9, para também empatar na liderança, com cinco abaixo.

Foi então que Matheus mostrou todo seu talento ao, apesar da pressão da torcida, fazer quatro birdies, incluindo os dois buracos finais, para fazer a melhor volta do torneio pelo segundo dia consecutivo e ser campeão com 201 (69-67-65) atacadas, nove abaixo do par. Vicente reagiu com três birdies em quatro buracos (11 ao 14), para voltar a ficar uma na frente, mas fez bogeys no 15 e no 17 e birdie no 18, para ser o vice-campeão com 203 (67-68-68) tacadas, sete abaixo.

Mais destaques - Lozada, que fez quatro birdies na segunda metade do campo, mas também três bogeys e um duplo bogey no 17, teve que se contentar com o terceiro lugar, com 206 (69-69-68), quatro abaixo. Thomas Choi, que não jogou acima do par nenhum dia, terminou em quarto, com 139 (69-70-70), uma abaixo, empatado com o argentino Exequiel Rodriguez Barri (70-70-69). Em sexto, empatados com 140 tacadas, o par do campo, terminaram os argentinos Santiago Caride (70-70-70) e Santiago Bailleres (71-70-69). Santiago Villarreal Deheza fez a melhor volta de todo o torneio na estreia, com sete abaixo, sem bogeys, mas terminou apenas em 12º, com 215 (63-78-74), cinco acima.

Fernanda Lacaz foi a melhor brasileira na competição feminina, em 19º lugar, com 239 (78-84-77) tacadas. Isu Choi terminou em 24º, com 243 (83-80-80). A paraguaia Giovana Fernandez, número 178 do ranking mundial, surpreendeu as argentinas ao vencer com 211 (72-71-68) tacadas, duas abaixo (o par feminino foi 71). A argentina GuadalupeDabos foi a vice-campeã, com 216 (72-70-74) e outras duas argentinas empataram em terceiro, com 222: Valentina Rossi (71-74-77) e Catalina Rendo (74-72-76).

Incentivo - Este foi o quarto ano consecutivo em que a FPG foi convidada pela Federação de Golfe de Córdoba, filiada à Associação Argentina de Golfe, para jogar esse importante torneio para golfistas de até 22 anos. “Dentro do seu programa de incentivo à categoria juvenil, aprovado e apoiado pelo Conselho Arbitral, a FPG tem mandado equipes para competir no exterior em todos os torneios que pode, como nesse de Córdoba, onde, ganhamos dois anos seguidos, agora com Matheus, e no ano passado com Guilherme Grinberg, campeão pré-juvenil de ponta a ponta”, ressalta Mauro.