Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
segunda-feira 26 de novembro de 2018

Interfederações: São Paulo é campeão sênior; Rio Grande do Sul vence na pré-sênior

Competição em Caxias do Sul reuniu melhores golfistas do país com mais de 40 anos

 

SP campeao seniro interfed

Equipe da Federação Paulista de Golfe campeã Sênior do Interfederações

Uma grande celebração, uma vitória para cada lado e a certeza de dar continuidade a uma das mais importantes competições do Brasil para golfistas com mais de 40 anos. Esse foi o resultado do Torneio Interfederações Pré-Sênior e Sênior de 2018, disputado neste final de semana, 24 e 25 de novembro, no Caxias do Sul Golf Club, no Rio Grande do Sul. São Paulo, que fora campeão das duas categorias no torneio anterior, no Broa, em Itirapina (SP), manteve o título sênior (55 anos ou mais), enquanto o Rio Grande do Sul conquista o título pré-sênior (40 a 54 anos).

SP e RS Interfed Senior com trofeus 650

Equipes sênior de SP e pré-sênior do RS com troféus

 

A realização do Interfederações Pré-Sênior e Sênior é o resultado do esforço de um grupo de apaixonados por golfe liderados por Mauro Batista, diretor executivo da Federação Paulista de Golfe (FPG) e por Octávio Villar, o Fanta, diretor técnico da Federação Rio-Grandense de Golfe (FRGG). Após dois anos de sucesso da competição, espera-se que os jogadores do Paraná e Rio de Janeiro, entre outros, mobilizem-se para participar da edição seguinte, em 2019, transformando-a num evento verdadeiramente nacional.

Seniores - Entre os seniores houve empate na disputa de duplas Best Ball, que começou a ser jogada sábado, mas só foi completada domingo cedo, depois que uma forte chuva na véspera interrompeu os jogos na metade. Valia o melhor resultado de cada time. São Paulo pontuou com Luiz Miyagi e Shozo Karasawa, que marcaram 77, mesmo resultado dos gaúchos Ruy Reinert e Lauro Goerck. São Paulo teve ainda Douglas Black e José Silva jogando 81, e o Rio Grande do Sul Luiz Portela e Jesus Balsemão marcando 78.

São Paulo disparou na frente nos jogos individuais (quatro valendo dois), graça a Shozo Karasawa, com 77, e Luiz Miyagi, com 78, para ser campeão 232 tacadas na soma dos dois dias. Douglas Black e José Silva jogaram 80. Pelo Rio Grande do Sul pontuaram Ruy Reinert e Luiz Portela, com 82 tacadas cada. Jesus Balsemão jogou 83 e Lauro Goerck 89. Os gaúchos somaram 241 tacadas.

Pré-seniores - Entre os pré-seniores o domínio gaúcho começou nas duplas, com Octavio Villar e Cristiano Saboya pontuando com 66 e Cicero Caliari e Alex Leme jogando 78. São Paulo pontuou com Gabriel Santos e Arnaldo Pfaff, com 79, e teve ainda Enoch De Paula e Emerson Godinho jogando 80.

Nos jogos individuais, novo domínio do Rio Grande do Sul, que marcou com Octavio Villar (72) e Cristiano Saboya            (75). Cicero Caliari (77) e Alex Leme (86), completaram o time que foi campeão com 213 tacadas. Por São Paulo pontuaram Gabriel Santos (77) e Emerson Godinho (79), enquanto Enoch de Paula (85) e Arnaldo Pfaff (86), completavam o time, que somou 235.

Convocações – As duas federações escalaram seus times na semana anterior, após a realização de suas mais importantes competições dessas categorias: o Campeonato Sênior e Pré-Sênior do Estado de São Paulo, que atualizou os rankings Sênior e Pré-Sênior scratch da FPG, e a final Copa Farroupilha Sênior, jogada paralelamente à Copa Farroupilha, a maior competição de golfe por equipes do Rio Grande do Sul.

sp no interfed senior 1024

Delegação da FPG no Interfederações Sênior e Pré-Sênior