Federação Paulista de Golfe

Notícias

  • Home >>
  • notícias
quinta-feira 08 de novembro de 2018

Hideaki Iijima conquista bicampeonato do Aberto Sênior de SP – Taça Augusto de Pádua Soares

Gabriel dos Santos foi campeão pré-sênior e Akiko Kawasaki levou o título feminino, no Arujá GC

 

Iijima, Akiko e Gabriel, campeoes scratch 1200

Iijima, Akiko e Gabriel, campeoes scratch sÊnior, feminina e pré-sênior. Fotos: Ricardo Fonseca/F2 Comunicação

Iijima, Akiko e Gabriel, campeões scratch sênior, feminina e pré-sênior. Fotos: Ricardo Fonseca/F2 Comunicação

Depois de uma estreia difícil para todos, quando a chuva não deu tréguas, a rodada final do 27º Campeonato Aberto de Golfe Pré-Sênior e Sênior do Estado de São Paulo 2018 – Taça Augusto de Pádua Soares, nesta quinta-feira, 8 de novembro, registrou alguns dos melhores resultados do torneio e consagrou Hideaki Iijima, do PL Golf Club, que conquistou o bicampeonato da categorias sênior scratch de ponta a ponta.

internas

Veja as fotos em alta definição da premiação. Aguarde álbum de fotos completo.

A competição disputada no Arujá Golf Clube, em Arujá (SP), valeu para os rankings scratch, pré-sênior (40 a 54 anos) e sênior (55 anos ou mais), da Federação Paulista de Golfe (FPG) e reuniu jogadores de 17 clubes paulistas, com destaque para o Arujá, que colocou 16 jogadores em campo, conta oito de Paradise e PL e sete de São José.

Vitória apertada - Depois de ter feito apenas um bogey no primeiro dia, Iijima começou a volta final inspirado. Embocou de fora no buraco 1 e fez outro birdie de longe, no 3, para chegar a dois abaixo em três buracos e colocar pressão nos adversário. Iijima jogou 35 (-1) de ida, a única parcial abaixo do par da semana, e mesmo piorando nos nove buracos finais foi campeão com 158 (80-78) tacadas e apenas uma de vantagem sobre os adversários.

O troféu de vice-campeão ficou para Adauto Oliveira, do Arujá, que fez a melhor volta de toda a competição para somar 159 (82-77) tacadas e perder por uma. Adauto, que fez um birdie em cada metade do campo teve a chance de forçar um playoff nos buracos finais, mas tanto ele quando Iijima terminaram com dois bogeys nos três buracos finais, único momento do jogo em que a garoa intermitente engrossou.

Destaques - Luiz Sayegh, do Guarapiranga, terminou em terceiro, com 162 (84-78) ao igualar a segunda melhor marca do dia, deixando Shozo Karasawa, do Vista Verde, vice-líder da véspera, em quarto, com 165 (81-84), depois de fazer duplo bogey no 18. Luiz Miyagi, com 167 (86-81), e Kazuo Nozawa, com 170 (84-86), ambos do Arujá, e Claudio Pedone, do São Paulo, com 173 (87-86), classificaram-se a seguir.

Entre os pré-seniores, vitória de ponta a ponta de Gabriel dos Santos, ex-caddie do clube, que virou vereador de Arujá e hoje joga pelo Imperial. Único entre os participantes de todas as idade a jogar duas voltas abaixo do 80, Gabriel venceu com 154 (75-79) tacadas e oito de vantagem sobre seu companheiro de clube Ivair Tadei, vice com 162 (82-80). Francisco Ishihara, do PL, terminou em terceiro, com 171 (86-85). E, no feminino, vitória de Akiko Kawasaki, do PL, com 195 (98-97).

Handicaps - Na classificação sênior por handicaps, Luiz Sayegh foi o campeão entre os de índex até 14, com 142 tacadas, seguido por Cláudio Pedone, com 143 e por Kazuo Nozawa, com 144. Na 14,1 a 23, venceu Roberto Forestieri, do Imperial, com 141, seguido por Massaki Sawada, do Arujá, de 87 anos, o mais velho jogador em campo, com 145, e por Elver Colombo, do São Paulo Futebol Clube Golfe, com 147. E na 23,1 a 32, Fabio Angelo Seta, diretamente filiado à FPG, venceu com 147 tacadas, no desempate com Jose Marcelo Silva, do Imperial, que foi vice por ter jogado pior na volta final, e Messias Silva, do Campinas, com 167.

Na pré-sênior com handicap até 14, Kendall Dunn, de Bastos, venceu com 149 tacadas, seguido por Claudinei Monteiro, do Champs Privés, com 155. Já na 14,1 a 23, o campeão foi Marcel Ono, do São Paulo Futebol Clube, com 148, conta 153 de Paulo Ruba, do Arujá.

Mais premiados - Houve ainda troféus de campeão por faixa etária, acumuláveis com os demais. Adauto Oliveira venceu entre os de 55 a 64 anos, com 135 tacadas; Claudio Pedone ganhou na 65 a 70 anos, com 143; Kazuo Nozawa na 71 a 75 anos, com 144; e Massaki Sawada entre os de 76 anos ou mais, com 145.

Na categoria feminina com handicap índex até 25, Rosa Kamizaki, do Paradise, venceu com 165 tacadas, contra 171 de Chou Fen, da Associação Esportiva São José. E na 25,1 a 32, a campeã foi Yoko Iijima, do PL, com 157, contra 159 de Gyeongi Park, do Campinas.

Premiação - Mauro Batista, diretor executivo da FPG, comandou a entrega de prêmios que contou com a participação de Luiz Miyagi, do Arujá. A FPG ofereceu um almoço de confraternização, com águas, sucos e refrigerantes, onde o destaque foi a Rabada, prato tradicional do clube, ao lado de iscas de peixe, frango ao molho, saladas e maionese.

Resultados completos

Álbum de fotos da premiação. Use as setas laterais para mudar de imagem

Aberto Pré-Sênior e Sênior do Estado de São Paulo 2018