segunda-feira 05 de fevereiro de 2018

Aberto de Bauru: Paulo Vitor Matos e Carla Ziliotto são campeões de ponta a ponta

Torneio abriu os rankings scratch e com hcpx de 2018 da FPG e a classificação para o Latino-Americano

 

internas

Paulo Vitor Matos, do Ipê, e Carla Ziliotto, do Arujá, foram campeões de ponta a ponta do 17º Campeonato Aberto do Bauru Golf Club, disputado neste final de semana, 3 e 4 de fevereiro. O tradicional torneio do interior paulista abre o calendário de torneios válidos para os rankings scratch e por handicap índex da Federação Paulista de Golfe (FPG) de 2018, além de ser o primeiro do ano válido para a classificação do Latino-Americano de 2019.

Nas fotos ao lado, de cima para baixo: Paulo Vitor, Leonardo, Carla e Stela, campeões e vices em Bauru, recebem seus troféus de Milton Tohoru Yoshiura, presidente do clube, e Antônio Padula, presidente da FPG

Apesar de piorar seis tacadas no segundo dia, a vitória de Paulo Vitor, que nunca havia ganhado este torneio, foi tranquila, depois de ele ter feito o melhor resultado dos dois dias de competição. Paulo Vitor venceu com 150 (72-78) tacadas e sete de vantagem sobre Leonardo Yoshikawa, de Bastos, campeão do torneio em 2013, que somou 157 (76-81). Armando Yoshiura, que jogava em casa e vinha de quatro títulos nos últimos sete anos, incluindo o de 2017, recuperou-se na volta final para ainda subir ao pódio como terceiro colocado, com 160 (82-78).

Armando levou a medalha de bronze ao superar seu companheiro de clube Pedro Luca, que também somou 160 (81-79), nos critérios de desempate (melhores últimos 18 buracos). Fernando Silva, da Academia GolfRange Campinas, ficou em quinto, com 161 (79-82), seguido por Vinicius Yoshiura, de Bauru, com 164 (83-81) e por Marcos Negrini, do Damha, o número 1 do estado, que não teve uma semana boa e acabou em sétimo, com 164 (79-85), seguido por Luiz Miyagi, do Arujá, com 173 (89-84).

Handicaps - Na categoria com handicap índex até 8,5, o pódio foi todo do Bauru. O campeão foi Pedro Luca, com 144 tacadas, o par do campo, seguido por Vinicius Yoshiura, com 148, e por Armando Yoshiura, com 150. Na 8,6 a 14, o campeão foi Luiz Carlos Rosolen, do Avaré, com 142 (-2) tacadas. Marcos Semensato, do Bauru, foi o vice, com 144, seguido por Hugo Ramos Junior, do Itapeva, com 146.

Na 14,1 a 19,4, Raimundo de Souza, da Academia GolfRange Campinas, foi o campeão com 149, seguido por Alan Luiz Martinelli, do Bauru, com 151, mesmo resultado de Mauro Pinheiro, do Damha, ficou em terceiro nos critérios de desempate. Na 19,5 a 25,7, Nelson Yoshiura deu mais um troféu à família e a Bauru, ao vencer com 146, seguido por Wilson Toyama, de São José, com 149, e por Jong Bum Kim, também com 149. Na categoria especial para convidados, dobradinha do Bauru, com Valério Brisot campeão com 151 tacadas e Rogerio Caetano vice, com 154. Hélcio Neves, do Itapeva, ficou em terceiro, com 171.

Feminino - Entre as mulheres, Carla Ziliotto, do Arujá, número 4 do ranking de São Paulo e campeã do Aberto do Bauru em 2016, conquistou mais um título, ao somar 144 (78-83) tacadas. Stela Miyagi, do Arujá, foi a vice-campeão, com 178 (89-89). Na classificação por handicaps até 16, a classificação foi a mesma, com Carla somando 155 contra 160 de Stela. Na 16,1 a 25,7, Paula Seshita, de Bauru venceu com 144, o par do campo, seguida por Sandra Hirasaki, de Bastos, com 148, e por Paulina Essaki, de São José. com 164.

Como sempre, o Aberto do Bauru teve uma completa programação social, que incluiu café da manhã e almoço nos dois dias de jogo; jantar de confraternização e leilão das chaves, no sábado; além de um coquetel de premiação e encerramento, no domingo. Milton Tohoru Yoshiura, presidente do clube entregou os troféus ao lado de Antônio Padula, presidente da FPG, que prestigiou o torneio juntamente com seu vice-presidente Técnico, Luiz Cláudio Recchia, e de Luiz Carlos Rosolen, diretor do departamento Técnico.





Federação Paulista de Golfe