sábado 25 de novembro de 2017

WAGC: equipe da Federação Paulista de Golfe conquistou três Top 10 na Malásia

 Mundial Amador com Handicap terminou nesta sexta. Time viajou com tudo pago para Kuala Lumpur

 

Fratti Song Sueli Gugu Necio e MatheusLuiz Augusto Pereira de Almeida, o Gugu, do São Paulo Golf Club, Sueli Miyuki Horii, do Paradise, e Denis Song, do Clube de Golfe de Campinas, foram os destaques da equipe da Federação Paulista de Golfe (FPG) que representou o Brasil no World Amateur Golfers Championship (WAGC) 2017, jogado em quatro campos de Kuala Lumpur, na Malásia de terça a sexta-feira, 21 a 24 de novembro.

Gugu conseguiu o melhor resultado do time ao empatar em terceiro lugar na categoria com até 5 de handicap, só perdendo o troféu nos critérios de desempate. Gugu somou 297 (78-72-75-71) tacadas, o mesmo que Samir Bedi, de Singapura, que levou o troféu por ter jogado melhor no campo do Kota Permai Golf & Country Club, primeiro critério de desempate, onde marcou 71 contra 79 de Gugu. Todos jogaram ainda nos campos do The Mines Resort & Golf Club, Templer Park Country Club e Long Golf & Country Club.

Mais Brasil - Já Miyuki, única mulher do time, ficou em oitavo lugar entre os de handicap de 11 a 15, com 308 (72-75-79-82) tacadas. Ronni Fratti, por sua vez, jogou 64 na rodada final para terminar em sexto, entre os de handicap de 16 a 20, com 305 (90-75-76-64). Os outros dois jogadores, também, do Clube de Golfe de Campinas, foram Denis Song, 17º entre os de handicap de 11 a 15, com 318 (75-77-85-81) tacadas; e Nélcio Carlos do Amaral, 12º na 21 a 25, com 309 (76-86-79-68). Os resultados de todas as categorias são net, descontado o handicap.

Na classificação por equipes, divulgada só neste sábado, o Brasil melhorou bastante no último dia para terminar em nono lugar, com 1201 (325-290-300-286) tacadas, uma na frente da Áustria, que teve 1202. Vietnã ganhou com 1166 (305-291-298-272), seguido por Indonésia, com 1172 (293 296 290 293) e Eslovênia, com 1173 (320-287-287-279)

Invitational - Houve ainda o WAGI (World Amateur Golfers Invitational), não oficial, onde Matheus Oliveira, do Damha, ficou em terceiro entre os de 11 a 15, com 308 (79-72-85-72) tacadas, e em 22º lugar na competição de duplas, ao lado do paraguaio Juan Ramirez. A delegação foi chefiada por Paulo Pimentel, da Golfe & Cia, parceira da FPG no WAGC no Brasil. A equipe viajou com tudo pago pela FPG, incluindo avião, hotel 5 estrelas, inscrição e alimentação.





Federação Paulista de Golfe