terça-feira 14 de novembro de 2017

Torneio de Golfe Adaptado por Equipes irá reunir cadeirantes, profissionais e amadores

 Competição beneficente, dia 25/11, é uma parceria entre AESJ e FPG, com coordenação de Juracy Barros. NIssan vai dar carro pra hole-in-one

 

golfe cadeira rodasO Torneio Beneficente de Golfe Adaptado por Equipe, reunindo cadeirantes, profissionais e amadores convidados, dia 25 de novembro, um sábado, na Associação Esportiva São José (AESJ), em São José dos Campos (SP), promete ser um divisor de águas nessa modalidade de esporte para pessoas com deficiência, no Brasil. O torneio é uma parceira entre a Federação Paulista de Golfe (FPG) e AESJ, sobe coordenação de Juracy Barros, diretor da Golfe Adaptado da FPG e irá arrecadar fundos para a compra de cadeiras de rodas.

Já estão confirmadas as presenças de golfistas cadeirantes de cinco cidades de São Paulo: São José dos Campos, Itu, Jacareí, Salto e Indaiatuba, num total de 12 cadeirantes, que jogarão em 12 equipes ao lado de 12 profissionais de golfe e 60 golfistas amadores (cinco por equipe). A modalidade será o “scramble adaptado”, onde o cadeirante dará a tacada inicial em todos os buracos, além das tacadas no green. Os demais golfistas ajudarão nas tacadas intermediárias.

Profissionais e patrocinadores – Entre os profissionais de golfe confirmados estão Ricardo Kleinert, Steve Bergner, Marcelo Giumelli ,Acácio Jorge Pedro e Juscelino Teixeira. Representantes da FPG, da Confederação Brasileira de Golfe e do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPD) também estarão presentes.

O torneio terá patrocínio Master da PricewaterhouseCoopers (PwC) Brasil, além de patrocínio de Terapêutica – Farmácia de Manipulação, Orthoservice, Real Grenn, Itograss, Betel, Temperminas e Nissan, que está oferecendo um carro para quem fizer hole-in-one no buraco 9. Entre os apoiadores e parceiros estão Decanter (vinhos), Breton (móveis), Viva Amazon (terapias), Rei do Peixe (restaurante), Mamoro Yoshikawa (decorações) e Natus Garden (vasos e decoração).

Exemplo - A Associação Esportiva São José, que integra o Clube de Campo Santa Rita, adaptou seu campo de golfe, com greens especiais, para receber os cadeirantes e desenvolve um trabalho inédito com seu projeto para golfe adaptado, com aulas ministradas pelo professor Wanderley Garcia, sob a coordenação de Juracy Barros, Diretora de Golfe Adaptado da FPG.

“O esporte muda as pessoas e pessoas mudam o mundo”, resume Juracy Barros, que agora quer ver esse modelo de incentivo ao esporte às pessoas com deficiência sendo implantado em outros clubes de volte do Brasil. “A inclusão pelo esporte é nosso principal objetivo nesse projeto que já tem cinco anos de trabalho, sempre com excelentes resultados.”





Federação Paulista de Golfe