segunda-feira 17 de julho de 2017

Brasileiro Juvenil reúne melhores golfistas até 18 anos do país, no CCSP, a partir de 4ª feira

Torneio começa com previsão de chuva e recorde anual de temperaturas baixas, em São Paulo

 

Vista-do-CCSP-com-logo-650-650x422

Os 66 meninos e meninas de até 18 anos que disputam de quarta a sexta-feira desta semana, 19 a 21 de julho, o 28º Campeonato Brasileiro Amador Pré-Juvenil e Juvenil, no Clube de Campo de São Paulo, terão um desafio a mais na competição válida para o ranking mundial amador, com a previsão dos dias mais frios do ano na cidade, com temperaturas de 9º a 12º C, na terça-feira, e de 11º a 13º C, na quarta, sempre com chuvas intermitentes e sensação térmica de frio mais intenso ainda por o campo estar ao lado da represa de Guarapiranga. Quinta e sexta-feira o tempo abre e as temperaturas chegam a até 24º C à tarde, mas ainda com muito frio ao amanhecer.

O coreano radicado em São Paulo Jinbo Ha, do Terras do São José, não tem mais idade para defender o título ganho em 2016, no Alphaville (PR), mas Lauren Grinberg estará em campo em busca de mais um título. Os campeões pré-juvenis de 2016 foram o gaúcho Andrey Xavier e a paranaense Ana Beatriz Cordeiro. Nas demais categorias venceram Gabriel Mercer Gallego (PR), na 12 e 13 anos; Pedro Pelicioni (SP), na 11 anos; e Maria Emilia Gomes Pereira (RJ), na até 13 anos.

Favoritos - No masculino, oito do dez primeiros do ranking brasileiro juvenil estarão em campo, incluindo todos os cinco primeiros, pela ordem, o paranaense Daniel Celestino, do Graciosa; o gaúcho Rohan Boettcher, do Santa Cruz; e os paulistas Lucas Park, do Paradise; Thomas Choi, do Terras de São José; e Victor Costa Pinto, de São José. Os demais Top 10 em campo serão o paulista Matheus Park, do Paradise (7º), o gaúcho Andrei Xavier, do Campestre (8º); e João Vitor Toledo, de Brasília.

Ao todo, jogam 16 dos Top 20 juvenis do Brasil, incluindo valores em ascensão, como os paulistas Guilherme Grinberg, do Lago Azul, 14º do ranking; Sebastian Thrane, o 16º, que tem a vantagem de jogar em seu clube; e Tomas Afonso Ribeiro, baiano que defende o Terras de São José, o 18º. Os demais Top 20 são os paranaenses Arthur Locoman, do Las Palmas (13º), e Jair Benke, do Pine Hill (15º); o carioca Jack Loughridge, do Itanhangá (17º); e os paulistas Pedro Marchioni, do São Paulo (19º) e Pietro Alvin, do São Fernando (20º).

Feminino - No feminino, onde só há 16 juvenis no ranking nacional, 15 estão inscritas para o Brasileiro, com destaque para as três primeiras do ranking nacional, pela ordem, a paulista Lauren Grinberg, do Lago Azul; Laura Caetano, de Brasília; e a paranaense Ana Beatriz Cordeiro, do Alphaville. Completam as Top 10 Luiza Caetano, de Brasília (4º); a paulista Giovanna Yabiku, de Campinas (5ª); as carioca Maria Emilia Pereira (6ª) e Beatriz Junqueira (7ª), ambas do Itanhangá; Vitoria Monteiro, de Japeri (RJ) (8ª); e a paulista Fernanda Arada da Silva, filiada diretamente à FPG (10º).

Embora ainda seja a 13ª da lista, engrossa a relação de favoritas a paulista Fernanda Lacaz, do São Fernando, que vem de uma vitória sobre Lauren no Aberto Feminino do São Paulo e um quinto lugar no Aberto do Gávea. As demais Top 16 são paulistas, começando por quatro jogaras do Arujá: Meilin Hoshino (11ª), Ana Sung Marques (12ª), Karen Hoshino (14ª) e Samire Oliveira (15ª), além de Bruna Piccin (16ª), que joga em casa.





Federação Paulista de Golfe