quinta-feira 18 de maio de 2017

Golfe Nota 10 comemora sucesso de sua segunda fase, após início das aulas, em Bauru

164 crianças começaram a treinar no campo e muitas já demonstram aptidão para o esporte

 

Fotos, ao lado e abaixo, mostram as crianças durante as aulas em grupos, no Bauru GC

 

O início da segunda fase do Golfe Nota 10 (GN10), em Bauru, foi marcado por um comparecimento quase total das crianças convocadas, com 98 meninos e 66 meninas indo ao campo do Bauru Golf Clube, nestas terça e quarta-feira, dias 16 e 17 de maio, para treinar em campo aquilo que aprenderam em suas escolas, quando foram apresentadas ao esporte, durante a primeira fase. A cada 15 dias, essas 164 crianças voltarão ao campo do Bauru para dar prosseguimento às aulas práticas.

Na abertura do evento, na manhã de terça-feira, Milton Yoshiura, presidente do Bauru Golf Clube falou às crianças para agradecer e parabenizar a todos os envolvidos no trabalho, que promete ser um divisor de águas no golfe paulista e brasileiro. A Federação Paulista de Golfe (FPG) esteve representada por Mauro Batista, Diretor Executivo da entidade. O projeto Golfe Nota 10, da FPG, está sendo desenvolvido na cidade em parceira com a Delegacia Regional de Ensino de Bauru e com o Bauru Golf Club.

Novo rumo - O Golfe Nota 10 existe há oito anos, mas, a partir de 2014, a atual gestão da FPG modificou o projeto para que ele passasse a ter começo, meio e fim. Agora, além de apresentar o golfe para milhares de alunos (50 mil crianças entre 6 e 12 anos já tiveram contato com o esporte até agora), foram criadas fases posteriores, selecionando os meninos e meninas que mostraram mais aptidão e interesse pelo esporte nas escolas, para treinar, com tacos e bolas de golfe reais, nos clubes de golfe de suas cidades.

“A atual gestão da FPG acredita seriamente que com essas ações irá criar novos golfistas e revelar campeões”, conta Antônio Padula, presidente da entidade. “Vamos investir nessas crianças para que eles possam se tornar ídolos brasileiros e, assim, abrir de uma vez por todas as portas do esporte, atraindo mais pessoas para se tornar golfistas, incluindo seus pais, mães e familiares”, completa Padula, que já levou o projeto para a Confederação Brasileira de Golfe (CBG) para que essa adote o programa para todo o território nacional.

Padula ressalta que a atual gestão da FPG trabalha com recursos próprios, pagos pelos golfistas federados e clubes filiados a entidade. “Não recebemos nenhum centavo das três esferas governamentais, mas tornamos isso possível”, diz o presidente da entidade. “A atual gestão enxerga além e pretende, com o sucesso dessa iniciativa, que o Golfe Nota 10 amplie cada vez mais seu alcance e possa ser levado a praticamente todos os clubes que abrirem suas portas para tal”.

Aulas - Thais Gomes, professora do GN10; Adailton Souza, profissional de Golfe e também professor do GN10; e Vanderlei Soto, profissional do Bauru Golf Clube, foram os encarregados de dar as aulas para as crianças, divididas em três grupos e dois dias de trabalho, num total seis horas diárias de instrução.

Após receber as informações sobre essa continuidade do Golfe Nota 10, os alunos foram apresentados a todos os materiais necessários para a prática do esporte, visitando, a seguir, o campo de golfe para conhecer de perto sua estrutura, incluindo os tees de saída, raias, bancas de areia, obstáculos de água e greens. A seguir, todos tiveram aulas no green de prática, passando depois às aulas no bate-bola, onde puderam bater tacadas mais longas, seguindo a metodologia do projeto.

Alegria - Thais Gomes disse que essas primeiras aulas foram uma experiência muito gratificante tanto para os professores, como para as crianças. “Para nós, a grande recompensa foi ver a alegria que esses meninos e meninas sentiram ao participar dessa primeira aula no campo de golfe”, conta a professora. “Já foi possível identificar crianças com talento para o esporte e iremos agora aplicar nossos conhecimentos para que todas elas possam se desenvolver no golfe”.

Já Adailton Souza, diz que o evento o surpreendeu positivamente em todos os aspectos, sobretudo pela grande quantidade de crianças interessadas em aprender golfe. “A organização do evento foi impecável e o comprometimento do profissional local, Vanderlei Soto, fez toda a diferença”, avalia. “As crianças e professores da rede pública estadual ficaram encantadas com o projeto e muitas já demonstraram aptidão especial, mostrando  que o material humano é de ótima qualidade e que só faltava apoio e incentivo para a formação de grandes atletas”.

Base - Vanderlei Soto, profissional do clube, disse que quando todos olham as crianças como base do esporte, todos os processos caminham positivamente. “Nós do Bauru Golf Clube nos sentimos privilegiados em poder participar deste projeto”, diz Vanderlei. “O apoio e a organização da FPG será fundamental para o crescimento e o surgimento de muitos atletas”, aposta o profissional de golfe. “O futuro está aqui, bem pertinho de nós, e temos apenas que trabalhar para formar esses jogadores”.

Esse mesmo grupo de crianças volta ao Bauru Golf Clube, dias 30 e 31 de maio, para as próximas aulas, quando terão oportunidade de avançar ainda mais no aprendizado do golfe. Também já estão marcadas as rodadas de aulas para junho, a primeira dias 13 e 14, e a segunda, dias 27 e 28.

internas fpg





Federação Paulista de Golfe